Passeio pelo mundo da cachaça

Engenho 227 Cachaçaria, um mundo de destilados
  Publicado em: 03/03/2021



Compartilhe nas Redes

 

OUTROS DESTAQUES

Família de SC escolhe Parque Vila Velha
Abrasel PG escolhe primeiro presidente
Parque Vila Velha reabre para visitação em horário
| Crédito: Divulgação
      Cachaça é o Destilado Nacional do Brasil. Assim como temos o Whisky para a Escócia, o Bourbon para os Estados Unidos, o Cognac para a França, a Vodka para a Rússia, o Soju para a Coréia do Sul, o Gin para a Inglaterra, a Tequila para o México, o Pisco para os chilenos e peruanos, a Cachaça representa o nosso país no mundo das bebidas destiladas.

      A cachaça é o destilado mais antigo das Américas (mais velho que a tequila, pisco e rum) e o terceiro mais consumido no mundo, ficando atrás do Soju e da Vodka, com produção anual de 1,5 bilhão de litros e cerca de 4 mil marcas ativas registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), de todas as regiões do país. 

      Legalmente falando, a cachaça é a destilação do mosto fermentado de cana de açúcar, com graduação alcoólica entre 38 e 48%. Repetindo, de CANA DE AÇÚCAR. Portanto, não existe aquela cachacinha de banana, de jabuticaba, de butiá, de canela ou de qualquer outra coisa. Esses produtos variados são bebidas mistas ou licores, feitos geralmente através de infusões, tendo como base a nossa cachaça. Antes estigmatizada como bebida barata e de qualidade questionável, que precisava ser bebida em um único gole além de precisar queimar a sua garganta, agora o destilado símbolo nacional mudou de patamar. 

      Com muito estudo, muita pesquisa e treinamento a cachaça ganhou qualidade sensorial, requinte e passou a frequentar podiums mundiais. No Concurso Mundial de Bruxelas, por exemplo, a cachaça não para de pendurar medalhas em seu gargalo, disputando de igual para igual e por muitas vezes superando os destilados mais famosos do globo.




| Crédito: Divulgação

| Crédito: Divulgação

Thiago Moro é Cachacier, sócio proprietário do Engenho 227 Cachaçaria | Crédito: Divulgação


GOSTOU!?

Envei a sua sugestão de matéria, sua opnião e temas para
as próximas edições da Revista PG Turismo!